fbpx

Como se “pega”  Gonorréia?

Gonorréia é uma doença sexualmente transmissível causada por uma bactéria chamada Neisseria gonorrhoeae(Gonococo)

A transmissão ocorre através de relação sexual vaginal, anal ou oral com  uma parceira (o) contaminado pelo Gonococo.

 

Sintomas

A maioria das mulheres não apresentam sintomas da doença (portadoras assintomáticas) ao contrário dos homens em que cerca de 10% são assintomáticos.

No homem a manifestação mais frequente desta doença  é devido à infecção que ocorre na uretra (Uretrite gonocócica).

Na maioria dos casos os sintomas iniciam cerca de 02 a 05 dias após a relação sexual  com queixas de ardência ou dor ao urinar e drenagem espontânea de secreção purulenta ( coloração amarelada, esverdeada)  pela uretra.

 

Complicações

No homem a gonorreia pode causar epididimite (infecção no epidídimo), prostatite (infecção na próstata), faringite( infecção na garganta) e proctite (infecção no ânus e reto).

Em 0,3 a 3% dos casos pode ocorrer septicemia (disseminação pela corrente sanguínea) com surgimento de artrite(infecção em articulações) e dermatite com lesões na pele.

A gonorréia pode ser uma porta de entrada para aquisição do HIV que é o vírus da AIDS.

 

Diagnóstico

O diagnóstico da gonorréia pode ser realizado na consulta com o Urologista apenas com a história do paciente  e o exame físico.

Quando houver necessidade de exames complementares para o diagnóstico da doença, estes podem ser realizados através da coleta da secreção uretral ou exame de urina.

Como ocorre em todas as DST o paciente deve ser orientado quanto a realização do teste Anti-HIV e outras.

 

Tratamento

O tratamento é realizado com antibióticos em dose única de preferência no dia da consulta para se interromper a cadeia de transmissão da doença, as parceira (o)s devem ser orientados para consulta médica e realizar tratamento.

 

Prevenção

A melhor maneira de prevenção para a gonorréia e as outras DST é o uso do preservativo durante as relações sexuais com parceira (o)s novos ou desconhecidos. Atenção, o preservativo deve ser usado durante toda a relação sexual, é muito frequente não usar o preservativo no sexo oral como se não houvesse risco de transmissão da doença.

Comments are closed.