O que são as glândulas supra-renais?

As glândulas supra-renais, ou adrenais, são 2 glândulas que ficam por cima dos rins (daí vem o seu nome). Na verdade, cada uma das supra-renais é constituída por 2 regiões, uma no centro, chamada medula e outra por fora, chamada córtex.

Medula- Essa parte fabrica a adrenalina (e alguns hormônios correlatos), que tem importância no controle da pressão arterial.

Córtex- É composta de 3 camadas, cada uma responsável pela fabricação de um tipo de hormônio: o cortisol (ou cortisona); alguns hormônios masculinizantes (os andrógenos) e por fim os mineralocorticóides, que também participam do controle da pressão arterial.

Estes hormônios estão envolvidos em inúmeros aspectos do nosso metabolismo e da chamada homeostase (o equilíbrio do nosso meio interno). Em situações de estresse, terão um papel muito importante.

Como em quase todas as glândulas, as supra-renais podem ter distúrbios que afetam sua forma ou que alteram sua função, produzindo mais ou menos hormônios.

 

Qual o significado de um nódulo (caroço) na supra-renal?

Nos tempos atuais dispomos de excelentes exames de imagem e a alteração de forma mais comumente encontrada é o achado incidental, através de algum exame de imagem (ultrassom, tomografia ou ressonância) de um aumento (ou nódulo) em uma delas, o que é denominado “incidentaloma”; em medicina, o sufixo oma significa tumor, e assim este seria um tumor incidental. A grande maioria deles não tem nenhum significado clínico, mas é necessária uma investigação. Em geral, as próximas 2 perguntas devem serem respondidas.

 

Este nódulo pode ser maligno? Este nódulo é funcionante? Isto é, este aumento de tamanho é acompanhado de produção excessiva de hormônios?

A maior parte dos nódulos das supra-renais é benigna e não fabrica nenhum hormônio em especial; no entanto, quando os nódulos são grandes (em geral, maiores do que 4 cm), recomenda-se uma investigação mais detalhada e até mesmo a retirada cirúrgica.

Comments are closed.