O que é HPV?

Vários estudos evidenciam que a infecção pelo papilomavírus humano (HPV) se apresenta como verruga visível em aproximadamente 20% dos casos. A grande maioria dos casos de infecção genital pelo HPV em ambos os sexos é subclínica ou latente, não detectável à vista, e para o seu diagnóstico são necessários exames como a penioscopia, que permite evidenciar as lesões suspeitas e possibilita a coleta de material para estudo histológico e biologia molecular.

É alta a incidência de câncer de colo uterino, considerado a segunda neoplasia mais frequente na mulher, e está bem estabelecida a associação entre o HPV e este tipo de câncer, que é observada em mais de 95% dos casos. No entanto, a incidência de câncer peniano, bem como a sua associação com HPV, é bem menor, referindo-se a 30%- 50% dos casos. Deste modo, o homem é hoje considerado portador assintomático do vírus.

Estudos recentes evidenciam a importância do sistema imunológico na contaminação, na recidiva e eliminação deste vírus. Dessa maneira, podemos entender por que algumas pessoas têm maior predisposição que outras, o que justifica a presença deste vírus em ambos os parceiros em apenas 40% dos casos.

Sabemos que existem várias situações que predispõem o homem mais frequentemente para a infecção por esse vírus, tais como:

a – presença da infecção em sua parceira;

b – excesso de prepúcio e fimose;

c – balanite de repetição;

d – multiplicidade de parceiras;

e – algumas DST (uretrite, etc.).

 

Tipos de Tratamento?

Os tipos de tratamento são: quimioterapia, imunoterapia, cirurgia, homeopatia e psicoterapia.

Comments are closed.